Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Demitidos da Casa Cruz negociam parcelamento da indenização

O presidente do Sindicato, Márcio Ayer, fala aos ex-funcionários da Casa Cruz. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

O presidente do Sindicato, Márcio Ayer, fala aos ex-funcionários da Casa Cruz. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Em Assembleia realizada na tarde dessa quarta-feira (31) na sede do Sindicato dos Comerciários do Rio, as funcionárias e funcionários demitidos pela tradicional papelaria Casa Cruz autorizaram a assinatura de um acordo para o pagamento das dívidas rescisórias de forma parcelada. Cento e dezenove trabalhadores foram recentemente demitidos pela empresa e ainda não receberam suas indenizações. Na Assembleia, 71 dos 79 presentes disseram aceitar o parcelamento. 

 

Pelo acordo conquistado pelo Sindicato com a Casa Cruz, as rescisões serão pagas em quatro parcelas. O grupo de 88 funcionários que tinham salários mais baixos vai receber primeiro, com pagamento da primeira parcela no dia 15 de setembro. Os demais, que tinham salários mais altos, receberão a primeira parcela em janeiro e terão os pagamentos concluídos em abril. Outra conquista é que durante todo o período do parcelamento, a empresa vai manter o pagamento, sem descontos, do Vale Refeição a todos os ex-funcionários e do Plano de Saúde para aqueles que estavam com o plano ativo antes da demissão.

 

Já a partir da próxima segunda-feira (5/9), o Sindicato vai iniciar as homologações das rescisões para que os trabalhadores possam liberar o FGTS e ter acesso às parcelas do Seguro Desemprego. A aceitação do acordo não impede que os ex-funcionários processem a empresa caso sintam-se lesados, nem inviabiliza eventuais processos que já tenham sido iniciados na Justiça do Trabalho. Essas e várias outras dúvidas dos demitidos foram esclarecidas por diretores e advogados do Sindicato durante a Assembleia.

 

“Vamos estar atentos e vigilantes para que todos os pontos do acordo sejam cumpridos e para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados. O apoio jurídico do Sindicato não vai custar nada para os demitidos, incluindo o atendimento individual de questões específicas de cada trabalhador”, disse o presidente do Sindicato, Márcio Ayer. Ele acrescentou que todas as informações vão continuar sendo repassadas aos ex-funcionários pelo grupo de WhatasApp criado especialmente para atender esse objetivo pelo diretor jurídico do Sindicato, Edson Machado. Quem tiver interesse pode fazer contato pelo Zap (21) 96697-5260.
Participaram ainda da Assembleia os diretores sindicais Marcelo Black, Daniele Moretti, José Cláudio Oliveira, Douglas de Freitas e Jorge de Paula.

Setenta e nove dos 71 demitidos presentes à Assembleia votaram favoravelmente ao acordo. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários

Setenta e nove dos 71 demitidos presentes à Assembleia votaram favoravelmente ao acordo. Imagem: Rafael Rodrigues/ Comerciários