Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Clientes ameaçam parar de comprar na Riachuelo

O dono da Riachuelo, Flávio Roca: patrão apoiado por grupos de extrema direita. Foto: Reprodução da internet

Cresce nas redes sociais as críticas à loja de departamentos Riachuelo. A gota d’água foi o apoio que o grupo de extrema-direita Movimento Brasil Livre (MBL) recentemente declarou ao patrão do comércio Flávio Rocha, que é dono da Riachuelo e pré-candidato à presidência da República. Só que o filme da empresa já está queimado na rede há muito mais tempo.

Nos últimos dias, uma saraivada de mensagens publicadas no perfil da Riachuelo no Facebook lembrou denúncias trabalhistas envolvendo a grife. Em setembro de 2017, a empresa foi condenada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) a pagar R$ 37 milhões em indenizações a trabalhadores potiguares. A empresa foi condenada por oferecer menores salários a funcionários de confecções contratadas no interior do Rio Grande do Norte, em comparação com as remunerações dos trabalhadores na capital, Natal. Segundo o MPT, a prática seria um estímulo à exploração e ao trabalho escravo.

Não é a primeira vez que o empresário Flávio Rocha tenta se lançar como candidato. Em 1994, sua campanha à presidência foi interrompida após acusações de financiamento ilegal. Os críticos da Riachuelo no Facebook destacaram que o MBL foi um dos que espalharam acusações falsas contra a vereadora Marielle Franco, executada semana passada no Rio de Janeiro.

Leia mais em https://www.revistaforum.com.br/riachuelho-sofre-boicote-apos-apoio-do-mbl/