Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Black Friday: os direitos dos comerciários não estão em promoção

Black Friday de verdade respeita os comerciários. Se é bom pro patrão, tem que ser bom também para os comerciários. Não vale colocar metas inatingíveis, desrespeitar a carga horária e muitos menos assediar o comerciário

Neste ano, a Black Friday ocorre nesta sexta-feira, dia 29 de novembro, porém as lojas já estão no clima das promoções. Todo mundo quer vender e ganhar boas comissões, mas também deve estar atento aos direitos conquistados na convenção coletiva. Fique ligado!

“Esse é um momento em que as empresas aumentam o seu faturamento, mas também é um período de sobrecarga para os comerciários. Não podemos aceitar abusos, horas-extras intermináveis. É preciso respeitar a carga horária e garantir todos os direitos, inclusive o descanso semanal remunerado. É importante que cada comerciário conheça nossa convenção coletiva e não aceite nenhum tipo de abuso dos patrões”, destaca Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

A jornada semanal dos comerciários é de 44 horas. As convenções coletivas também garantem o piso salarial de cada segmento. Vale lembrar que é proibido pagar salários diferentes para funcionários que exerçam a mesma função.

Os vendedores comissionistas, puros ou mistos, têm direito a ajuda de custo mensal no valor de R$ 30,00 (Sindilojas) e R$ 73,54 (Sindigêneros). Os comerciários contratados por experiência pelo período de 90 dias têm direito ao piso de R$ 1.120,00 (Sindilojas) e R$ 1.118,99 (Sindigêneros), como também lanche aos sábados (R$ 23,50) e quebra de caixa. Veja no nosso site (comerciariosrio.org.br) as convenções de todos os segmentos do comércio.

O patrão pode aumentar sua jornada desde que pague pelas horas extras, além de garantir um descanso semanal remunerado. Essas regras são muito claras na CLT e nas convenções coletivas. Faça as contas  e não abra mão dos seus direitos. 

Ficou na dúvida sobre os seus direitos? Procure nosso Departamento Jurídico para receber orientação especializada. O atendimento é presencial e gratuito, por ordem de chegada na sede do Sindicato (R. André Cavalcanti, 33 Lapa) de segunda à quinta de 9h às 17h. Mais informações pelos telefones (21) 3266-4168 ou 3266-4155.