Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Menu Menu

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro

Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

Notícias

Black Friday: Direitos dos comerciários não estão em promoção

 

Comerciários em passeata na Avenida Edgar Romero, em Madureira. Imagem: Diego Cotta/ Sindicato dos Comerciários do Rio

Comerciários em passeata na Avenida Edgar Romero, em Madureira. Imagem: Diego Cotta/ Sindicato dos Comerciários do Rio

Acabou o caô, o Sindicato chegou! Essas eram as palavras de ordem entoadas pelos diretores do Sindicato dos Comerciários do Rio no ato que marcou o lançamento da campanha Black Friday Ponto Frio e Casa Bahia, na manhã desta quarta-feira (25). A Avenida Edgar Romero e a Estrada do Portela coração comercial de Madureira reviveram tempos de luta por mais direitos e benefícios para os comerciários que são explorados nas mais variadas lojas da região.

Embalados por trompetes, tamborins, cornetas, trombones e apitos, os diretores paravam em frente às principais lojas de Madureira e mandavam o recado: Os tempos mudaram! Não vamos tolerar exploração! O ato, que acabou se transformando numa passeata, teve como objetivo a distribuição dos encartes com as “verdadeiras” promoções do Black Friday do Ponto Frio e Casas Bahia: as opressões contra seus funcionários.

“O Ponto Frio e a Casas Bahia têm um único dono, a Via Varejo, que é uma empresa que trata mal o trabalhador. Só em 2014, eles faturaram R$ 22,6 bilhões! Ou seja, enchem as burras de dinheiro, mas não estão nem aí para seus funcionários. Eles não dão benefício algum. Não dão auxílio-creche, trocaram o plano de saúde por outro que não é aceito em lugar algum, oferecem um vale-coxinha que mata a dignidade de qualquer um que precisa se alimentar após uma jornada de trabalho!”, afirmou a vice-presidente do Sindicato dos Comerciário do Rio, Sandra Nogueira, que liderou a manifestação.

Além dessas informações a publicação, que satiriza os próprios encartes das lojas das redes de eletrodomésticos da Via Varejo, informa como andam as negociações entre o Sindicato e a empresa e aponta outras reivindicações dos trabalhadores. “Eles se recusam a dialogar com a gente para negociar melhorias na vida dos comerciários. E tem mais: antigamente, eles davam uma cesta básica, agora dão um vale-alimentação de R$ 90,00 que não dá nem pra o sacolão e ainda descontam R$ 18,00 no contracheque! É uma vergonha!”, reclamou a diretora Daniele Moretti, que também é funcionária da Casas Bahia.

Outra campanha Os diretores e toda a equipe de mobilização presente no “ato-passeata” aproveitaram o momento de diálogo direto com a categoria para divulgar a campanha de Abono de Natal 2015. Nos mesmos moldes, utilizando o humor e os bordões dos próprios patrões, a campanha “Neste Natal eu quero ó… ABONO!!” reivindica a quantia de R$ 200 para todos os comerciários do Rio, Paty do Alferes e Miguel Pereira.

“O trabalhador se esforça o ano inteiro para gerar lucro para esses patrões. Não é justo que no final do ano, momento em que eles faturam ainda mais com as festas, que um pedaço desse bolo não seja repartido e dado para aqueles que carregam o comércio nas costas: os comerciários”, finalizou o diretor José Cláudio.

Além dos já citados, participaram também da manifestação os diretores Marcelo Black, Janaína Maia, Marcelo Max, Douglas de Freitas, Vinícius Moraes, Tânia Herthal, Renato Bernardino, Bruno Campos, Marcelo Collopy, Adriana Teixeira e o delegado sindical Marcelo Bizerra; além de representantes do Sindicato dos Comerciários de Nova Iguaçu. A passeata foi encerrada em frente ao Madureira Shopping no início da tarde.